Livros intensos?

Hoje eu quero falar para vocês sobre dois livros que eu li e anchei incríveis, ambos já possuem resenha aqui no Mistérios Literários, são dois livros que enquanto lia, meio que fazia parte da história e eu me apegava aos personagens, como se estivéssemos vendo aquelas aventuras juntos, grandes e pequenas emoções que ficam difíceis de descrever aqui… São livros de mais ou menos 300 páginas (Um livro normal), o que se torna bem fácil de ler.


O primeiro livro:

O Diário de Anne Frank:

‘O Diário de Anne Frank’, publicado originalmente em 1947, se tornou um dos relatos mais impressionantes das atrocidades e horrores cometidos contra os judeus durante a Segunda Guerra Mundial. A força da narrativa desta adolescente — que mesmo com sua pouca experiência de vida foi capaz de escrever um testemunho de humanidade e tolerância — a tornaria uma das figuras mais conhecidas do século XX. Agora, seis décadas após ter sido escrito, o diário é finalmente publicado na íntegra. A nova edição traz um caderno de fotos, além de vários trechos inéditos.
O livro reconstrói os tensos anos em que a família Frank viveu em Frankfurt, em clima de total anti-semitismo, a fuga da Alemanha e a vida no esconderijo, em Amsterdam. Com fotos e cartas inéditas obtidas junto a parentes e amigos, esta edição finalmente revela mais sobre a jovem Anne Frank, sobre sua família, o ambiente social em que ela cresceu, sua vida antes e depois da fuga e sobre seus últimos setes meses de vida — depois de ter sido traída, capturada pelos nazistas e enviada a um campo de concentração.
Conhecido em todo o mundo através do teatro, adaptações para televisão e traduções,’O Diário de Anne Frank’, incrível documento humano, continua a chocar e a emocionar. Ele assinala passagens de uma vida insólita, problemas da transformação da menina em mulher, o despertar do amor, a fé inabalável na religião e, principalmente, revela a nobreza fora do comum de um espírito amadurecido no
sofrimento.
‘O Diário de Anne Frank’ é um retrato da menina por trás do mito. Um livro que aprofunda e aumenta nossa compreensão da vida e da personalidade de um dos fortes símbolos da luta contra a opressão e a injustiça. Uma obra que deve ser lida por todos, para evitar que barbaridades dessa natureza voltem a acontecer neste mundo.

O Segundo livro:

Cidades de Papel:

Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.

Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.


Quando terminei de ler ambos os livros, confesso que bate aquela “Ressaca Literária”, aquela saudade dos personagens e etc. Super recomendo! 🙂 Espero que gostem.

  • Já disse que Quem é você Alasca é meu favorito?
    Acho que sim, digo isso pra todo mundo kkkkk
    Vou ler Cidades de papel em breve.

    Lua xx
    Meu Mundo da Lua FanPage
    (agora já temos a opção para se inscrever no feed do blog, te esperamos lá)

    • Marcelo Junior

      Acho que eu também teria colocado Quem é Você Alaska nessa listinha aí em cima. Pena que não lembrei… Mas também amo o livro.

  • Flávia Bitenc

    Sei bem como é isso de ressaca literária rsrs.
    O diário de Anne Frank é um livro lindo ,sou louca por ele e vou comprá-lo ( falta só o dinheiro) RS .Eu não sou muito fã do livro Cidades de papel ,pois o final não foi o que eu esperava.
    Beijos, meumundomeusbooks.blogspot.com

    • Marcelo Junior

      Acho que tem algumas promoções da internet do diário que vc consegue até por 21 reais! Ontem mesmo tinha em uma publicidade aqui no blog! Infelizmente Cidades de Papel também não teve um bom final, mas ainda assim, fiquei apaixonado pelas aventuras!

  • Você acredita, que ainda não li nenhum dos dois? Depois de O garoto do pijama listrado, dei uma parada longa em livros desse gênero, mas tua resenha me deixou com vontade de ler O Diário de Anne Frank, vai pra minha lista, que só aumenta…

    • Marcelo Junior

      É um livro muito bom, além de te trazer muito conhecimento' Vale a pena

  • Eu li o Cidades de Papel, mas não achei inteeenso assim, sabe? Mas gosto das mensagens que ele passa 😀

    ourbravenewblog.weebly.com

  • Ok vamos lá. Primeiro falar de cidade de papel. Não tenho interrasse nenhum de ler o livro. John Green não me cativou nem um pouco. Então os livros deles, provavelmente nao vão entrar na minha pilha de leitura, mas sucesso para ele. E que bom que vc gostou
    Agora Anne Frank. Eu acho que a 2 guerra mundial é um dos momentos mais trsites da nossa história, então eu não gosto de ler livros de ficção que se passem nessa época. Sei que Anne Frank não é ficção, mas só quis mencionão isso pra mostrar como não gosto nem de lembra desse periodo. Bom voltando aí livro , eu nunca li, mas já fui na casa de Anne Frank e sai de lá me sentindo mal, achei um lugar muito triste e muito carregado, tanto quanto depois quando fui a Amsterdã com minha família eles entraram na casa e eu fiquei do lado de fora esperando. Decidi depois da 1 vez que fui lá não ler o livro, pq sei que ia me deixar muito mal, mas tenho certeza que ele é uma leitura incrível. E entendo quando vc fala que todos devem ler, mas eu sei que não vai me fazer bem ler ele. Espero um dia conseguir ler, mas não vejo isso ocorrendo por um bom tempo

    • Marcelo Junior

      Realmente é um momento triste, Joana, neste ponto não posso discordar, principalmente se tratando da Alemanha. Mão também não posso negar que são fatos históricos extremamente interessantes de serem estudados, ainda pretendo visitar a Alemanha e a casa de Anne Frank. Acho que seria uma boa aventura saber um pouco mais sobre tais acontecimentos 🙂

  • Amoo livros que deixam aquela saudade, isso prova que a leitura foi ótima. Nunca li o Diário de Anne Frank, ele estava na lista de leitura da escola mas não cheguei a ler. Já Cidades de Papel, não me prendeu até o final, não sei pq mas não gostei :/

    • Marcelo Junior

      Com certeza o Diário foi melhor que o outro, sem dúvida. O que gostei mesmo em Cidades de Papel foram as aventuras que surgiram inesperadamente, realmente seria Muito bom na vida real, não? hahahah Já o final também não achei tão interessante.

  • Esses dois livros são a minha vontade de consumo ultimamente. Tenho que ler e sentir a intesidade deles!

    • Marcelo Junior

      Recomendo que de prioridade ao Diário de Anne Frank 🙂

  • Sou completamente apaixonada por "O Diário de Anne Frank"! Mas é um livro muito intenso mesmo, principalmente por se tratar de uma obra não ficcional! Eu tenho um interesse muito grande por tudo que fale sobre a Segunda Guerra Mundial, apesar de sempre ficar arrasada depois… Choro horrores sempre!
    Em relação a "Cidades de Papel", não tive uma ressaca literária muito grande com ele. "A Culpa é das Estrelas" foi mais intenso pra mim! Não li "Quem é Você, Alaska?" ainda, mas morro de vontade de ler.
    Adorei o post.
    Beijosss
    http://www.umadoseparaomeudia.com

    • Marcelo Junior

      Também fico assim em relação aos acontecimentos da segunda guerra! Mas é impossível dizer que não são fatos interessantíssimos que merecem ser estudados. Já em relação a Cidades de Papel, o que gostei com prioridade foram as aventuras que aconteceram inesperadamente e me deu até aquela vontade louca de tentar na vida real! ahhahaha

  • São dois livros muitos bons, mas n fazem muito o meu tipo

  • Já li Cidades de papel,e tenho Anne Frank e eu preciso muito de tempo para ler ele porque sou louca para ler esse livro, e eu adoro os livros do Jhon só não gostei do final de Cidades de Papel e Quem é você Alaska também tive uma baita ressaca literária!!

    • Marcelo Junior

      Já li quase todos os livros do John, o único que gostei do final apesar de acabar comigo foi a culpa das estrelas. Mas amo as aventuras vividas pelos personagens…

  • Sempre quis ler O Diário de Anne.. mas por alguma obra desconhecido do destino, até hoje não li (e nem tenho sjsksjsj).
    Agora Cidades de Papel já é um livro que eu NUNCA tive interesse em ler, e depois de ver o trailer do filme (não sei se um é fiel ao outro) aquela vontade que eu nunca tive só soube diminuir mais ainda
    http://www.ironiadascapas.com.br

    • Marcelo Junior

      Olá Alana, sou apaixonado pela Anne, Livro fantástico. Existem várias promoções na Amazon, as vezes colocando-lo até por 21 reais. Só ficar de olho! haha

  • O diário de Anne Frank foi um dos livros que li ano passado e me apaixonei completamente. Fiquei um tempão depois de fim, pensando sobre tudo, mexeu demais comigo.
    Ainda não li cidades de papel, mas está na lista!