domingo, agosto 19, 2018

7 Coisas impactantes que mudarão sua visão

O mundo está em constante mudança e o ser humano acompanha cada uma delas. Na verdade, somos responsáveis por tudo que acontece em nosso planeta. Existem vários exemplos dessas mudanças e eles estão bem na nossa frente. Nesse exato momento, você deve estar lendo essa matéria em um celular muito mais potente do que um supercomputador de 20 anos atrás. É impossível saber o que acontecerá no futuro, visto que o avanço é muito rápido em todos os sentidos.

Já dizia o grande físico Niels Bohr: “A previsão é muito difícil, especialmente sobre o futuro”.

1 – A economia sem dinheiro

imagem07-03-2018-00-03-55

O dinheiro teve uma longa história e passou por muitas mudanças desde que surgiu. No entanto, a necessidade de ter o dinheiro físico está cada vez menor. O uso de cartões e máquinas dominará por completo em um futuro próximo. O custo para manter uma moeda é muito caro e exige pelo menos 1,5% do PIB de um país. Só em 2008, os Estados Unidos gastou cerca de US$ 850 milhões para a produção de dinheiro. Estuda-se uma sociedade sem dinheiro físico e aparentemente ela começará na Suécia, que já utiliza cartões até na passagem de ônibus.

2 – População máxima

imagem07-03-2018-00-03-57

A população humana mundial vem aumentando cada vez mais. Estimativas mostram que atingimos 7 bilhões de pessoas apenas 12 anos depois de atingir 6 bilhões. Provavelmente, em menos de 10 anos atingiremos a marca de 8 bilhões. Estudos realizados por demógrafos de Viena afirmam que há 84% de chances de atingirmos o pico de humanos antes de 2100. Cientistas espanhóis acreditam que isso poderá acontecer antes de 2050.

3 – Fim dos chips de silício

imagem07-03-2018-00-03-58

Provavelmente a computação sofrerá algumas mudanças e uma delas é o fim dos chips de silício. Esses componentes estão ligados a diversos curtos circuitos. Algumas empresas de computadores já se interessam pelos nanotubos de carbono, vendo neles a solução para os problemas. Os nanotubos são menores, mais leves e mais rápido do que o silício, assim pode permitir um avanço maior na criação de novas máquinas.

4 – O apocalipse dos mamíferos

imagem07-03-2018-00-03-59

Pelo menos 25% das 4 mil espécies de mamíferos no mundo estará ameaçada de extinção nos próximos 30 anos. Muitos cientistas preveem que poderíamos viver em um mundo sem elefantes, rinocerontes e leões. Os gorilas também enfrentam esse problema, visto que são caçados por causa de suas carnes. Além disso, estão na lista as 51 espécies de morcegos e os tigres da Sibéria. Estudiosos dizem que estamos vivendo em um período de extinção em massa, como a que matou os dinossauros. E grande parte desse problema é causado pelos humanos.

5 – Fim dos carros a gasolina

imagem07-03-2018-00-03-01

Os estudos para o uso de carros elétricos estão cada vez maiores. Visto que o petróleo é finito e que um dia poderá acabar, as empresas buscam  métodos para mover os veículos. A empresa petrolífera Shell sugere que o último carro a gasolina possa sair de produção em 2070. Eles visam outras maneiras de produção de combustível e acreditam que o petróleo possa acabar em 60 anos.

6 – Fim do telefone fixo

imagem07-03-2018-00-03-02

Esse não é tão surpreendente assim. Há alguns anos, se te perguntassem qual o tipo de telefone você tem, provavelmente diria que um fixo em casa. Se você quisesse se comunicar com alguém, teria que torcer para a pessoa estar em casa ou então deixaria apenas um recado. Porém, esse antigo sistema telefônico tende a ser excluído no futuro. As pessoas contam com os aparelhos celulares pela sua facilidade de uso, de manuseio e de comunicação. Um único modelo pode realizar diversos serviços e isso é um diferencial. As pessoas em um futuro deixarão por completo os telefones fixos e todas usarão apenas os celulares, inclusive em grandes empresas.

7 – Fim de grandes doenças

imagem07-03-2018-00-03-04

O aumento do HIV ocorreu de forma rápida de uns anos para cá. Passou de nada para uma das doenças mais mortais já vistas. Porém, isso está mudando aos poucos. O número de crianças infectadas pelo vírus está caindo cada vez mais. As estatísticas sobre óbitos também. Só na África do Sul, estima-se que pelo menos 100 mil pessoas a menos estão morrendo pela doença, comparado a anos anteriores. Diversos cientistas trabalham diariamente em busca de uma vacina que cure a doença e podemos tê-la em breve. Contamos hoje com tratamentos para manter vivas e saudáveis as pessoas que sofrem disso, mas ainda não podemos eliminar por completo do organismo.

Marcelo Júnior
Escritor, CEO Fundador & Diretor Proprietário do Mistérios Literários.

RECOMENDADO